Seguidores

Em homenagem à Jurema

Em homenagem à Jurema
Caminhada de Terreiros em 2009

quinta-feira, outubro 06, 2011

Caminhada de Terreiros de Pernambuco.

       
           No próximo dia 4 de novembro acontecerá a 5ª caminhada de terreiros de Pernambuco às 15h no Marco Zero. Esta é uma caminhada coletiva, que diz respeito às nossas pertenças religiosas. Nesse momento nos reuniremos para cobrar dos poderes públicos (executivo, legislativo e judiciário) o nosso espaço no que tange à religião, e o cumprimento real das leis já existentes pelo próprio estado, como também revisões pertinentes. O Estado Brasileiro não é laico quando municia com concecções publicas de rádios e TV uma religião direcionada ou quando programa ações como em órgãos como IPHAM para restaurações ou tombamentos de igrejas ou templo judaico-cristão como se o sagrado só habitasse ali. Somos um diferencial religioso, o sacerdócio de terreiro não é como os outros, padres, pastores, rabinos, que além do apoio em boa moradia, plano de saúde e aposentadoria o próprio estado ainda faculta no pagamento de impostos suas sedes. Queremos da parte do estado uma postura equânime, não podemos mais uma vez ser tratados como se ainda na senzala estivéssemos ou aprisionados para sermos massacrados, assassinados em prol de uma obediência religiosa e cultural que nos é imposta, pois nossos terreiros serviram e servem de aporte para cultura brasileira, nossa religiosidade é a real essência do ser brasileiro, harmonia entre os diferentes, e sempre lutar para o bem comum. O estado tem que nos tratar com respeito, tolerância sem respeito é uma palavra vazia, e não me venham dizer que o povo de terreiro não reage, não luta, não participa... Foram por muitos anos condicionados a isso e agora estão reagindo. O Estado brasileiro não pode pagar com cestas básicas ou favores similares com quem lhe pagaram com a vida. Não podemos mais uma vez cair em ciladas que nos impõe o silêncio. Nossa fé é concreta; não somos empresários da fé, nós somos a fé. Conclamo a todos de Pernambuco, do Brasil e do mundo para estarem conosco dando esse grito de Liberdade respeito e participação. 
Nós também somos o Brasil. Não podemos, mas servir de combustível para o "Cristianismo Canalha que se propaga" Que nossa fé não sirva de aditivo para os que usam o nome de Jesus em troca de um genocídio cultural implementando suas ambições nefastas por dinheiro. Compram partidos políticos e homens sem caráter, só nunca irão comprar nossa fé e nossa dignidade. Salve os Orixás e salve nossa Jurema Sagrada, SALVE O REI MALUNGUINHO!!!





São páginas que merecem ser lidas.